Pessoa certa, altura errada.

Sempre achei tão idiota aquela expressão “pessoa certa, altura errada”. Se a pessoa é certa, a altura torna-se certa também. Que coisa mais óbvia. Se duas pessoas querem estar juntas, estão. Sem desculpas, sem inconvenientes, sem obstáculos. É assim que deve ser e só assim faz sentido. Tudo o resto são pormenores insignificantes quando colocados ao lado de um grande amor. Esqueci-me foi que às vezes acontece uma coisa não tão insignificante assim: a vida.

Talvez as coisas más existam para que saibamos dar valor às boas quando chegam, para que não procuremos algo perfeito, mas algo perfeito para nós, feito à nossa medida. Se calhar o segredo é entender o que merecemos em vez de passarmos o tempo todo a perseguir o que achamos que queremos. Mas e quando está tudo mesmo ali à nossa frente, tão perto que conseguimos literalmente tocar-lhe, e as palavras não saem ou saem todas ao contrário?

A vida acontece a todos e consegue ser tão irónica. Passamos por tantas pessoas erradas sendo a certa que quando nos chega às mãos uma pessoa realmente certa já somos a errada. Tornamo-nos frios, não por vontade, mas por instinto, e é preciso chegar uma pessoa especial, com apenas alguns segundos de perspicácia, coragem doida e estupidez natural, para nos agarrar do jeito certo na altura errada. Não é impossível, é só difícil, e o difícil nunca foi para qualquer um.

– Raquel Simões

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s