Deseja melhor para ti, não pior para os outros.

Hoje falemos dos “humildes”, essa raça composta só pelos mais excepcionais seres humanos, tão frustrados com as metas não atingidas que chamam arrogantes a todos aqueles que as atingiram. Muito sinceramente estou mais do que farta desses idiotas e há cada vez mais deles. Quem é verdadeiramente humilde, meus amigos, não precisa de o dizer, basta sê-lo.

Sinto pena das pessoas que se acham melhores do que os outros por pensarem que não se acham melhores do que os outros. A humildade anda pelas ruas da amargura nos dias que correm, tudo porque, tal como até bem recentemente o que fazia de alguém religioso era perseguir os hereges e ir à igreja ao domingo, independentemente dos pecados cometidos ao longo do resto da semana, agora para ser humilde basta apontar o dedo aos arrogantes e jurar preocupação pelos sem-abrigo de Lisboa e pelas crianças que morrem à fome em África, independentemente de tantas vezes faltar amor àqueles que estão mesmo ao nosso lado.

Alguém me explica por que raio as pessoas fazem questão de criticar os outros? É tudo fruto de inveja? Só porque o teu curso universitário é vergonhosamente fácil? Ou talvez porque não consegues ter o corpo daquela mulher linda e confiante que viste no comboio? Ou, então, porque não tens alguém que sorri quando tu sorris? Será? Sê humilde, por favor, não “humilde”. Prostitutas que se acham virgens é do pior que existe. Deseja melhor para ti, não pior para os outros.

– Raquel Simões

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s